Como atrair beija-flores para o seu jardim

As espécies de plantas visitadas por aves, são denominadas ornitófilas. Essas plantas geralmente apresentam corola tubular (pétalas formam um tubo cilíndrico e comprido), cores fortes, ausência de odor, néctar abundante e antese (emissão de pólen) diurna. São essas plantas as preferidas dos beija-flores. Porém, esses pequenos pássaros também visitam espécies consideradas não-ornitófilas, sendo bastante generalistas.

Os beija-flores são aves de pequeno porte, medindo de 6 a 12 cm de comprimento, e que pesam de dois a seis gramas. O bico é normalmente longo e adaptado ao formato da flor que constitui a base de sua alimentação, variando bastante de acordo com a espécie. São as únicas aves capazes de voar em marcha-ré e de permanecer imóveis no ar. Suas capacidades físicas são incríveis! Eles migram por mais de 3.000 km do seu local de origem para escapar da escassez de alimento durante o inverno. Algumas espécies são capazes de voar até 800 km sem descansar.

A maior biodiversidade encontra-se no Brasil e no Equador, que contam com cerca da metade das espécies conhecidas de beija-flor. São muito importantes na natureza pois participam da polinização das plantas. Um único pássaro pode visitar de 1.000 a 2.000 flores por dia.

Fonte: http://www.jardimdasideias.com.br

Fonte: www.jardimcor.com

Fonte: www.jardimcor.com

Fonte: www.jardimcor.com

 

Como já dito anteriormente, as flores visitadas por beija-flores geralmente são tubulosas e apresentam cores vivas, com tonalidades que variam do vermelho ao alaranjado. As flores da sálvia e do cipó-de-são-joão representam bem os tipos de flores visitadas por beija-flores. Entretanto, algumas flores polinizadas por essas aves podem ser azuis ou brancas, como as de certos caraguatás (plantas da família Bromeliaceae). Nesse caso, as brácteas (estruturas de origem foliar que protegem a inflorescência) ou alguma outra parte da planta apresentam cor avermelhada, o que atrai a atenção dos beija-flores.

COMO ATRAIR OS BEIJA-FLORES PARA O SEU JARDIM?

Tudo o que você precisa para que esses belíssimos pássaros visitem o seu jardim regularmente são plantas ricas em néctar, fonte de sombra e de água. Lembre-se que eles gostam de descansar, portanto arbustos e árvores servem de local para repouso, onde eles também poderão construir seus ninhos. Os beija-flores também precisam imergir o corpo na água oito vezes por dia em média, assim, uma pequena fonte perto do canteiro de flores é uma dica para atraí-los.

IMG_5615-Tumbes-Hummingbird-chaparri

É importante dizer que esses pequenos pássaros são muito territorialistas. Enquanto o macho estabelece o território, as fêmeas afugentam os intrusos. Logo, é interessante dispor as plantas que atraem beija-flores em diferentes partes do seu jardim. Assim, cada beija-flor terá o seu próprio espaço!

Veja abaixo 10 exemplos de plantas que atraem beija-flores:

1. Sálvia ou Alegria-dos-jardins (Salvia splendens)

salvia-splendens-alegria-dos-jardins-flor-sementes-brinde-793511-MLB20560244290_012016-F

Fonte: © Planta Mundo

 

2. Cipó-de-São-João (Pyrostegia venusta)

Fonte: http://g1.globo.com/sp/campinas-região

 

3. Hibisco (Hibisco Rosa Sinensis)

Fonte: http://hispaniolaisland.com

 

4. Camarão-vermelho (Justicia brandejeana)

Fonte: © Lisa Magalhães

 

5. Candelabro-de-ouro (Pachystachis lutea)

Fonte: https://commons.wikimedia.org

 

6. Brinco-de-princes (Fuchsia spp)

Fonte: © Rogério Neves

 

7. Tajetes (Tajetes patula)

Fonte: https://www.flickr.com/fotos

 

8. Lantana (Lantana camara)

Fonte: http://forisphilippines.blogspot.com.br/

 

9. Estrela-do-Egito (Penta lanceolata)

Fonte: https://commons.wikimedia.org/

 

10. Grevílea-anã (Grevillea banksii)

Fonte: http://www.viveiroipe.com.br

 

Sites consultados e recomendados:

http://www.hummingbirdsociety.org/hummingbird-flowers

https://pt.wikipedia.org/wiki/Beija-flor

https://ssl4799.websiteseguro.com/swge5/seg/cd2009/PDF/IC2009-0192.pdf

Rodrigues, LC., Araujo, AC.The hummingbird community and their floral resources in an urban forest remnant in Brazil. Braz. J. Biol. vol.71 no.3 São Carlos Aug. 2011. In: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1519-69842011000400005&script=sci_arttext

foto da capa: http://artflorir.com.br