Rabo de Macaco: um cacto ornamental vindo da Bolívia

Mais uma linda espécie da família dos cactos me surpreendeu com sua exótica beleza! No último post, falei sobre a Pitaia. Hoje, a planta escolhida foi o Rabo-de-macaco, um cacto também belíssimo e muito utilizado no paisagismo, principalmente em vasos pendentes de parede e jardineira. Seu nome popular deve-se aos seus longos ramos de até 1 metro de comprimento, semelhantes a uma cauda de macaco.
Na minha opinião, sua maior beleza está nas diversas flores alaranjadas. Elas contrastam com a cor acinzentada dos ramos revestidos de espinhos, que mais se parecem com pêlos sedosos. As flores aparecem na primavera e no verão, e por serem alaranjadas e tubulares, são bastante visitadas pelos beija-flores.

By Mara Grisi

By Mara Grisi

Nome científico:

O Rabo-de-macaco foi descrito pela primeira vez em 2003 como Hildewintera polonica, por V. Foik & Foik. No mesmo ano, foi publicada como sendo Hildewintera colademononis, por Diers & Krahn. Finalmente, em 2005, David Hunt modificou o nome para Cleistocactus winteri subspecies colademononis.
Inglês: monkey’s tail
Espanhol: Cola de Mono

É uma planta nativa da Bolívia, mas por sua beleza, foi introduzida em diversas partes do mundo. É perene, com ramos verdes pendentes de até 1 metro de comprimento, com 2 a 7 cm de diâmetro. Os ramos possuem espinhos não agressivos que servem para melhor absorção da umidade existente no ar, conferindo adaptação a ambientes secos e desérticos.

By Elizabeth Gomes

 

By Elizabeth Gomes

Cultivo:

Os cactos preferem clima quente, mas essa espécie é capaz de tolerar temperaturas abaixo de zero. Devem ser cultivados sob sol pleno ou meia-sombra, em solos bem drenados, levemente úmidos, ricos em matéria orgânica. Uma sugestão é utilizar 2 partes de areia grossa de construção, 1 parte de terra vegetal e 1 parte de composto orgânico no preparo do solo. Recomenda-se aplicar, mensalmente, fertilizante (NPK fórmula 04-14-08 ou 15-15-20) ao redor do caule (nunca junto a ele), suspendendo a aplicação no inverno. Em geral, podem ficar longos períodos sem aplicação de fertilizantes.

Em regiões onde o calor é intenso e o clima muito seco, cultivar a meia-sombra. Com relação à rega, esta deve ser realizada apenas 1 vez por semana, de forma moderada e de preferência pela manhã. Não é necessário fazer podas.

Propagação:

É facilmente propagado por sementes ou por estacas. No caso da multiplicação por estacas, recomenda-se secar as extremidades antes do plantio.

Para os admiradores dos cactos, o Rabo de Macaco é uma linda opção de planta ornamental!

Site recomendado:

http://www.llifle.com/Encyclopedia/CACTI/Family/Cactaceae/9579/Hildewintera_colademononisAccepted